Central de Agendamento e Dúvidas

(79) 3211-9007 • (79) 99657-8891

(79) 3211-9007 • (79) 99657-8891

Com o fim de ano próximo, é hora de vacinar para prevenir doenças

Festas e férias costumam envolver grandes aglomerações, ambiente propício para proliferação de infecções (1)

As férias escolares e as festas de fim de ano estão cada vez mais próximas e já é hora de agendar eventos de comemoração e viagens. Além de cuidar de todos os detalhes para se divertir nesse período, é importante aproveitar para colocar em dia o cartão de vacinação de toda a família (2).

É comum nessa época estar em aglomerações de pessoas em eventos sociais como festas de colégio, celebrações de Natal e Réveillon em clubes ou mesmo passeios de férias em locais muito cheios. E esses ambientes são propícios para a proliferação de algumas doenças infecciosas como meningite meningocócica, catapora e sarampo (3). E a vacina, que reduz os riscos de infecção, é uma das melhores formas de evitar essas doenças (4,5). Para se ter uma ideia, a Organização Mundial de Saúde (OMS) alerta que a vacinação em massa evita entre 2 milhões a 3 milhões de mortes por ano e é responsável pela eliminação de várias doenças (6).

Entre as doenças mais graves preveníveis por vacinas, está a meningite meningocócica, que se espalha de uma pessoa para outra por meio das vias respiratórias, pela tosse, pelo espirro ou até por um beijo. O grupo mais sensível para essa enfermidade são as crianças menores de 5 anos, que devem ter uma atenção redobrada (7,8). Porém, a meningite pode ser contraída por pessoas de todas as idades – cerca de 10% dos adolescentes e adultos são portadores da bactéria, não desenvolvem a doença, mas podem transmiti-la (8,9).

É importante prevenir

Uma das melhores formas de evitar doenças como a meningite é a vacinação.5 Sempre que possível ficar fora de aglomerações e manter os ambientes sempre limpos e ventilados ajuda (7). Porém, além de ser difícil fugir de locais cheios, esses hábitos podem não ser suficientes. Aí entra a vacina, uma forma efetiva de prevenção da doença (7,10).

Existem 12 sorogrupos identificados da meningite meningocócica, sendo o A, B, C, W e Y os cinco mais comuns (8,10). No Brasil, existem vacinas disponíveis contra os mais comuns (11,12). Nos postos de saúde é feita de forma gratuita a vacina contra o meningococo C em crianças menores de 5 anos e adolescentes entre 11 e 14 anos (11,12). Já a vacina contra a meningite B e a vacina contra os tipos A, C, W e Y estão disponíveis somente nas clínicas privadas (12).

Sintomas e tratamento

A meningite meningocócica é uma infecção bacteriana grave que atinge as membranas que envolvem o cérebro e a medula espinhal e pode deixar sequelas como perda de visão ou audição, problemas neurológicos, amputações entre outras. Em casos mais graves, pode levar à morte (8,10).

Por isso é preciso estar atento para os sinais e procurar ajuda médica sempre que senti-los. Alguns dos principais sintomas são febre alta, dor de cabeça intensa, náuseas, vômitos, rigidez na nuca e manchas na pele semelhantes a picada de mosquito. Em bebês pequenos também pode ser notada quando a moleira, região mole da cabeça, estiver inchada. Apesar de sua gravidade, a meningite meningocócica tem cura se diagnosticada a tempo e tratada adequadamente com antibióticos (13)

Material dirigido ao público em geral. Por favor, consulte o seu médico.

Referências

1 – CENTERS FOR DISEASE CONTROL AND PREVENTION. Travel Smart: Get Vaccinated, 2018. Disponível em: <https://www.cdc.gov/features/vaccines-travel/index.html>. Acesso em: 20 nov. 2018.

2 – BRASIL. Governo do Brasil. Aproveite as férias para atualizar o cartão de vacinação. Disponível em: <http://www.brasil.gov.br/noticias/saude/2018/01/aproveite-as-ferias-para-atualizar-o-cartao-de-vacinacao>. Acesso em: 20 nov. 2018.

3 – CASTIÑEIRAS, T.M.P.P. et al. Doenças de transmissão respiratória, 2008. Disponível em: <http://www.cives.ufrj.br/informacao/viagem/protecao/dtr-iv.html>. Acesso em: 20 nov. 2018.

4 – CENTERS FOR DISEASE CONTROL AND PREVENTION. Protect your baby with immunization. Disponível em: <https://www.cdc.gov/features/infantimmunization/index.html>. Acesso em: 14 nov. 2018.

5 – BRASIL. Ministério da Saúde. A vacinação ainda é a melhor forma de prevenir doenças. Disponível em: <http://www.blog.saude.gov.br/index.php/promocao-da-saude/52650-a-vacinacao-ainda-e-a-melhor-forma-de-prevenir-contra-doencas>. Acesso em: 14 nov. 2018.

6 – SOCIEDADE BRASILEIRA DE PEDIATRIA. SBP e CFM alertam a população e os médicos para a necessidade de estar com o calendário de vacinação em dia. Disponível em: <http://www.sbp.com.br/imprensa/detalhe/nid/sbp-e-cfm-alertam-a-populacao-e-os-medicos-para-a-necessidade-da-estar-com-o-calendario-de-vacinacao-em-dia/>. Acesso em: 14 nov. 2018.

7 – BRASIL. Ministério da Saúde. Meningite: causa, sintomas, prevenção e tratamento, 2018. Disponível em: <http://portalms.saude.gov.br/saude-de-a-z/meningites>. Acesso em: 20 nov. 2018.

8 – WORLD HEALTH ORGANIZATION. Meningococcal Meningitis. Disponível em: <www.who.int/en/news-room/fact-sheets/detail/meningococcal-meningitis>. Acesso em: 20 nov. 2018.

9 – ERVATI, M.M. et al. Fatores de risco para a doença meningocócica. Revista Científica da FMC, 3(2): 19-23, 2008.

10 – SOCIEDADE BRASILEIRA DE IMUNIZAÇÕES. Doença meningocócica (DM). Disponível em: <https://familia.sbim.org.br/doencas/88-doenca-meningococica-dm>. Acesso em: 20 nov. 2018.

11 – BRASIL. Ministério da Saúde. Vacinação: calendário nacional de vacinação. Disponível em: <http://portalms.saude.gov.br/acoes-e-programas/vacinacao/calendario-vacinacao>. Acesso em: 20 nov. 2018.

12 – SOCIEDADE BRASILEIRA DE IMUNIZAÇÕES. Calendário de vacinação da criança: recomendações da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) – 2018/2019 [atualizado até 26/08/2018]. Disponível em: <https://sbim.org.br/images/calendarios/calend-sbim-crianca.pdf>. Acesso em: 20 nov. 2018.

13 – FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ. Meningite AC: sintomas, transmissão e prevenção. Disponível em: <https://www.bio.fiocruz.br/index.php/meningite-a-c-sintomas-transmissao-prevencao>. Acesso em: 14 nov. 2018.

BR/VAC/0254/18a – NOVEMBRO/2018

Fonte: https://g1.globo.com/bemestar/especial-publicitario/gsk/noticia/2018/11/23/com-o-fim-de-ano-proximo-e-hora-de-vacinar-para-prevenir-doencas.ghtml?utm_source=&utm_medium=Display&utm_campaign=GSK&utm_content=271998_1_G1_Especial_MateriaGenerica_Native_Ads__ROS_PORTAL_Homes_MD&utm_term=Native2